quarta-feira, 17 de junho de 2009

Bolo de S. João - Quadrilha Gastronómica na Blogosfera



Esta é a receita escolhida para participar no passatempo "Quadrilha Gastronómica na Blogosfera", promovido pela minha querida amiga Ana do Eu Mulher...
Iniciativas como estas são sempre de louvar e eu sempre que posso, tenho muito gosto em aderir.


Um pouco de história...

O bolo de S. João é uma iguaria típica do Porto que desapareceu nos anos 50 e foi recuperada em 2006.

"Retome a tradição
Coma bolo de S. João"

Pensa-se que a sua receita surgiu a partir da do bolo rei, mas numa variante menos doce e com mais frutos secos, para ser mais apreciada no Verão.

in JPN 25.05.2006


"Manjerico e alho-porro

andam sempre de mão dada

Junta o Bolo de S. João

e assim não falta nada"

in DN 30.05.2006




Ingredientes
600 g de farinha
180 g de frutas cristalizadas
80 g de miolo de noz
60 g de amêndoas laminadas
80 g de manteiga amolecida
3 colh sopa de açúcar
2 ovos
1 dl de leite morno
1 dl de rum
25 g de fermento de padeiro
geleia para pincelar
ovo batido para pincelar

Preparação na Bimby
Deite as frutas cristalizadas para uma taça, junte as nozes e as amêndoas, regue com o rum e deixe repousar durante 20 min. Reserve.
Coloque o açúcar no copo e pulverize 15 seg na vel 5-7-9.
Adicione o leite e programe 2 min a 37º na vel 2.
Junte os ovos, a manteiga e o fermento e misture 30 seg na vel 5.
Adicione metade da farinha e programe 30 seg na vel 6. Junte o resto da farinha e amasse 5 min na vel espiga.
Deixe levedar no copo até dobrar o volume.
Pressione a massa com as mãos de forma a que o volume baixe e volte a programar 15 seg na vel 6 seguido de 1 min na vel espiga.



Retire a massa do copo e incorpore as frutas reservadas, forme uma bola e coloque num tabuleiro previamente untado.



Pincele com um ovo batido.
Coloque no forno a 50º até dobrar o volume e a seguir aumente a temperatura para 180º durante cerca de 40 min.
Retire, deixe arrefecer e sirva pincelado com um pouco de geleia.






Praparação tradicional
Deite as frutas cristalizadas para uma tijela, junte as nozes e as amêndoas, regue com o rum e deixe repousar durante 20 min.

Deite a farinha em cima da mesa e faça-lhe uma cavidade.
Dissolva o fermento no leite, junte à farinha, adicione também o açúcar, a manteiga e os ovos e misture bem.
Depois trabalhe bem a massa até se descolar da mesa, junte-lhe a mistura das frutas com o rum e misture bem.
Faça uma bola com a massa, coloque-a dentro de uma tijela polvilhada com farinha, cubra com um pano e deixe levedar durante 1 h em local quente.

Deite de novo a massa em cima da mesa e trabalhe-a mais um pouco.
Reserve um pouco da massa, molde uma bola com a restante e coloque-a num tabuleiro levemente untado com manteiga. Molde um rolo om a massa que retirou, corte ao meio, coloque em cruz em cima da massa no tabuleiro e deixe levedar mais 50 min.

Ligue o forno a 180º.
Pincele com ovo batido e leve ao forno durante 45 min.
Retire, deixe arrefecer e sirva pincelado com um pouco de geleia a gosto.


Nota: Receita publicada na revista Teleculinária nº 1523 e adaptada por mim.

10 comentários:

ameixa seca disse...

Belíssima participação! Eu como sempre tenho que omitir os frutos cristalizados. Não conhecia este bolo típico como sendo do São João :)

mesa para 4 disse...

Viav o São Joãoe hehe que rico bolo :-)

Vânia Costa disse...

Não conhecia tal bolo, mas acho que ia gostar! =)

Ficou com um ar muito popular eheh

Beijinho*

Sónia Alexandra disse...

Um bolinho que de certeza ficou delicioso...não conhecia, obrigado por partilhares. Jinhos doces

Abelha Maia disse...

Parabens pelq participação, não conhecia, por mim tinha era que tirar as frutas cristalizadas.
bjs

Receitas da Piteca disse...

Amiga, sinceramente, como eu não gosto de bolo rei, provavelmente também não iria gostar deste bolinho! Mas devo dizer-te que ficou muito bonito, lá isso ficou mesmo! :)
Bjcas.

Mary disse...

Desconhecia tal bolinho, mas comia toda contente! 5 estrelas! :)

Eu Mulher disse...

Amiga, esse bolo é apetitosíssimo!
Vou substituir as frutas cristalizadas por outra coisa, já que meu esposo não gosta.

Sua participação foi maravilhosa!
Muito obrigada pela receita.


Bjus

Ana Powell disse...

Olá STA
Que maravilha de bolo.
Viva as festas populares x

lua enevoada disse...

É excelente. A receita estava perdida e esquecida e foi recuperada porque um amigo meu, confeiteiro há 60 anos se lembrava dele. Deu a receita e morreu pouco tempo depois, sem saber que a sua receita iria revolucionar a confeitaria em geral com o bolo de s. joão. O meu emigo tamb+em se chamava João, João Oliveira. terá que ser sempre lembrado.
Lourdes Costa
Lourdes Costa